Notícias

Exposição Casas de Vidro é um dos destaques do Elmhurts Art Museum em junho

Como parte das comemorações da restauração da casa projetada por Mies Van Der Rohe na região metropolitana de Chicago, o Elmhurst Art Museum (Ilinois, EUA) apresentará, a partir de 10 de junho de 2018, a exposição “Casas de Vidro”, uma iniciativa do Instituto Bardi e do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP.
Realizada de outubro de 2017 e março de 2018 na Casa de Vidro, primeira obra construída da arquiteta Lina Bo Bardi e ícone da arquitetura moderna em São Paulo, a Exposição “Casas de Vidro”, com curadoria de Renato Anelli e co-curadoria de Sol Camacho e Ana Lúcia Cerávolo, compara quatro casas modernas concebidas por Philip Johnson (Glass House, 1945-1949), Mies Van Der Rohe (Farnsworth, 1945-1951), Ray e Charles Eames (Eames House, 1945-1949) e Lina Bo Bardi (Casa de Vidro, 1949-1952), destacando as semelhanças no uso do vidro como material principal de integração com a paisagem.
“Casas de Vidro” integra a Mies’s McCormick House Revealed: News Views, exposição que tem como curador o renomado professor Barry Bergdoll, do Departamento de Arte e Arqueologia da Universidade Columbia de New York, e busca contextualizar a importância da restauração deste projeto de Mies Van Der Rohe a um público mais amplo.
“A apresentação da exposição brasileira nos Estados Unidos, junto à casa projetada por Mies Van Der Rohe aponta para um contexto internacional do desenvolvimento da arquitetura moderna no pós-guerra, no qual está incluída a obra de Lina Bo Bardi. A exposição Casas de Vidro compara diferentes configurações da transparência para a integração arquitetura e paisagem, abordando desde as técnicas construtivas até os diferentes modos de viver nessas casas.”, diz o curador Renato Anelli.
No Brasil, a primeira edição da exposição “Casas de Vidro” foi realizada por meio de incentivo fiscal, ProAC ICMS – Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, com patrocínio da AGC Vidros e apoio da Abividro, Masp, The Glass House, Eames Foundation, Farnsworth House e The Getty Foundation.

 
McCormick House
Em 1952, Robert Hall McCormick contratou o arquiteto alemão Mies Van Der Rohe para projetar a casa de sua família, que seria um protótipo de casas econômicas para a classe média nos subúrbios de Chicago. Uma das três casas projetadas por Mies nos EUA, a casa McCormick, contemporânea à casa Farnsworth e os edifícios 860-880 Lake Shore Drive, representa a fase mais madura do arquiteto alemão.
Construída em Elmhurst, região metropolitana de Chicago, a casa foi adquirida pelo Elmhurst Museum of Art em 1994 e transferida para seu local atual, ao lado do museu.
 
Restauração e intervenção
A restauração reconstitui a forma original da garagem de entrada da casa, obscurecida em 1997 por um anexo que visava conectá-la ao Museu. Em conjunto com a revelação completa do exterior da casa, o artista Iñigo Manglano-Ovalle criará a Seeing Red, uma intervenção arquitetônica na casa.
 
A exposição
Ao mesmo tempo, o Museu abrigará a exposição Mies’s McCormick House revealed: New Views, dividida em três partes.
Na primeira galeria, Barry Bergdoll apresenta modelos desse protótipo de casas pré-fabricadas que seriam produzidas em seguida, ao lado de fotografias históricas e material publicitário da época. A exposição tem como destaques três desenhos originais pertencentes ao arquivo do arquiteto no Modern Art Museum de New York, nunca expostos antes.
A segunda galeria recebe a exposição Casas de Vidro, na sua primeira itinerância fora do Brasil, com o objetivo de contextualizar a McCormick House entre as casas de vidro nas Américas do Norte e do Sul. Serão apresentadas oito maquetes produzidas especialmente para a exposição, revelando detalhes construtivos e a estrutura espacial das quatro casas.

A terceira galeria de New Views conta com o apoio do National Endowments of the Arts to Explore Elmhurst Grant Program e reúne ensaios fotográficos sobre reflexos e transparência nas paredes de vidro concebidas por Mies, incluindo trabalhos por Scott Fortino, Veronika Kellndorf, Luisa Lambri e Iñigo Manglano-Ovalle. Destaque-se que Kelldorf já realizou trabalhos sobre a Casa de Vidro de Lina Bo Bardi, expostos em Munique (2014) e São Paulo (2016).
 
 
Assessoria de Imprensa nos EUA: Beth Silverman/Kessel Cherney
The Silverman Group, Inc.
312.932.9950/ beth@silvermangroupchicago.com
 
Serviço:
de 10 de junho a 26 de agosto de 2018.
Elmhurst Art Museum está localizado na Cottage Hill Avenue, 150, em Elmhurst (Illinois, EUA), 25 minutos de trem (Metra) ou carro do centro de Chicago. O museu atrai fãs e pesquisadores acadêmicos da obra de Mies Van Der Rohe, sendo também um centro regional nos subúrbios a Oeste de Chicago, para estudos de arte, design e arquitetura atuais.
O museu fica a um quarteirão da estação Elmhurst Metra e abre de Terças-feiras a Domingo das 11 às 17h (19h às Sextas-feiras). Ingressos a $ 12 ($10 para idosos e gratuito para estudantes e crianças menores de 18 anos).
 
Maiores informações visite o website https://www.elmhurstartmuseum.org