Notícias

Filme da SCHOTT mostra por que nem todo vidro farmacêutico é igual

Vídeo esclarece diferenças entre o material convencional e o de alta qualidade

Os especialistas que querem se aprofundar na química do vidro farmacêutico agora têm, à disposição, uma apresentação visual de 4 minutos e 30 segundos feita pela SCHOTT. A empresa publicou um breve vídeo em inglês sobre o importante papel que o vidro desempenha na indústria farmacêutica. “What is glass” conta como este material fascinante começa sua vida como areia e é transformado no vidro tipo-I de alta qualidade, utilizado em seringas e frascos, por exemplo.

A base científica foi fornecida pela Dra. Bettine Boltres, Gerente da Linha de Produto de Tubos Farmacêuticos da SCHOTT: “O vidro em sua forma mais pura – conhecida como quartzo – é um material muito estável, mas vem com limitações em termos de capacidade de processamento”, explica. “A fim de torná-lo processável, no entanto, a adição de determinadas substâncias na formulação do vidro – fazendo dele um vidro borossilicato – é um passo necessário. O desafio para os tipos de vidros farmacêuticos é oferecer excelente capacidade de conformação a quente, sem comprometer a estabilidade química. O vídeo explica como isso é realizado”, acrescenta a executiva.

O extenso conhecimento da SCHOTT não é sem razão: o grupo internacional atua no campo do vidro farmacêutico há mais de um século. Nada mais natural do que terminar o filme citando o fundador da companhia, Dr. Otto Schott, que disse uma vez que o vidro foi mais que simples coincidência. “Olhando para a crescente necessidade de materiais de alta qualidade, parece que suas palavras são mais relevantes hoje do que nunca”, conclui Bettine.

Assista o vídeo no link: http://www.schott.com/what-is-glass