Notícias

Glass Vetro e Toyo entram na briga para combater a falsificação de cortadores de vidro

A indústria da falsificação se renova a cada dia e tem conseguido atingir os segmentos comerciais e industriais mais variados. Roupas, softwares, DVDs, brinquedos, atualmente é possível encontrar qualquer tipo de produto por um preço mais acessível, mas nem sempre com a qualidade esperada de um produto original.

No segmento vidreiro, um produto essencial e indispensável no dia a dia de qualquer vidraceiro também tem sofrido com as imitações: o cortador de vidro da Toyo. A marca japonesa é referência mundial em cortadores de vidro em termos de durabilidade e custo-benefício e é uma das mais falsificadas atualmente.

Segundo João Rett, profissional responsável pelo Departamento Técnico da Glass Vetro – empresa líder no segmento de ferragens e acessórios para o setor vidreiro, “o produto é muito copiado, pois a marca Toyo tem uma procura imensa no mercado e o preço de seus produtos é bem superior ao de seus concorrentes. Um cortador falsificado da marca pode ser encontrado por até 50% mais barato que o produto original”.

Entretanto, neste caso o barato pode sair caro. Além de se não ter um produto confiável, o minúsculo diamante responsável por cortar o vidro com precisão e que fica na ponta do cortador, se for de baixa qualidade, pode ocasionar um corte desigual e que demandará mais gastos com materiais de acabamento no vidro (rebolo ou lixa). Sem contar no tempo de durabilidade do produto falsificado, que é infinitamente menor que o original.

Contra a pirataria

Para combater a falsificação dos cortadores e evitar que clientes e profissionais do ramo vidraceiro adquiram produtos pirateados, a Glass Vetro, distribuidora oficial no Brasil e América do Sul da marca japonesa Toyo, tem feito algumas ações que visam ajudar na propagação das falsificações.

“Além disso, a empresa já está comercializando um novo lote de produtos com um selo holográfico desenvolvido pela Toyo e impossível de ser retirado sem danificá-lo, devido a sua tecnologia de micro-corte. O formato do rótulo é tão sensível que as partes detalhadas seriam quebradas em pedaços ao tentar descascá-la fora”, explica Rett.

Paralelo a tudo isso, a Glass Vetro vai produzir vídeos informativos sobre o assunto e que estarão disponíveis eu seus canais no Youtube e Facebook, além de reforçar todo tipo de informação contra a falsificação de seus produtos, junto a clientes e profissionais do ramo vidreiro.