Notícias

Fechamento de varandas deve ser feito com vidros de controle solar

Segundo a Guardian, referência mundial no setor, os vidros que bloqueiam o calor e os raios ultravioletas tornam o ambiente mais agradável e minimizam a utilização do ar condicionado. Além disso, dispensam o uso de persianas e mantêm a privacidade

Fazer da varanda uma extensão do apartamento é uma ótima opção para aqueles que querem criar um espaço para relaxar, apreciar uma bela vista ou trabalhar. Contudo, se a escolha do tipo de vidro para compor esse ambiente não for feita adequadamente, isto pode trazer problemas para o usuário.
Lamartiny Gomes, gerente de produtos da Guardian, uma das maiores fabricantes de vidros e espelhos do mundo, observa que escolha pelos vidros de controle solar é a melhor solução para as varandas, por vários motivos. Por exemplo, um ambiente que recebe luz solar ao longo do dia exigirá o uso constante do ar condicionado para manter o local fresco e, consequentemente, impactará a conta de energia.
Por outro lado, se o vidro for inadequado, será inevitável um gasto extra com persianas, para garantir a privacidade e proteger os móveis dos raios ultravioletas. O gerente da Guardian observa que “é muito comum vermos apartamentos com ótimas vistas fechados com persianas ou cortinas para bloquear a luz solar, ao passo que os moradores poderiam apreciar a paisagem sem sentir os efeitos do sol”.
Para evitar esses desconfortos, os vidros de controle solar são a melhor solução. Mas essa escolha deve seguir alguns requisitos, como a estética desejada, o nível adequado de transmissão de luminosidade e a intensidade de calor que se quer reduzir de fora para dentro do ambiente.
A partir das respostas a estas três questões, o arquiteto ou o projetista pode buscar o vidro que oferece as melhores características. Essa escolha deve observar aspectos tais como:

  1. Os vidros podem ser temperados, laminados, insulados ou serigrafados, e sua espessura deve ser avaliada de acordo com as particularidades de cada instalação.
  2. O regulamento interno do condomínio também precisa ser consultado, pois há regras para mudanças na fachada.
  3. A segurança deve ser observada com atenção: desde fevereiro de 2014, está em vigor a norma NBR 16259:2014, publicada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que estabelece os requisitos e métodos de ensaio que asseguram o desempenho dos sistemas de envidraçamento de sacadas em edificações de uso público ou privado.

“A norma rege os parâmetros de qualidade e segurança para selecionar um fornecedor, mostrando os melhores procedimentos para fixação, ancoragem e resistência do sistema de envidraçamento de sacadas, entre outros detalhes”, conta. “É importante ainda exigir, da empresa fornecedora do sistema de envidraçamento, um certificado aprovando o equipamento de acordo com a regulamentação”, complementa Gomes.
A Guardian oferece, em seu portfólio, um gama de vidros na linha Sunguard, que atendem às mais variadas necessidades dos projetos. No site da companhia é possível avaliar as características técnicas e estéticas de seus vidros de controle solar (vidros refletivos), como cor, TL (índice de transmissão luminosa, e o FS (fator solar). O canal de atendimento 0800 da companhia também está disponível ao usuário final ou arquiteto para que possam buscar mais informações técnicas, entender e obter conselhos personalizados a cada projeto.
“Um detalhe importante a observar é que o índice FS representa quanto de calor passa de fora para dentro do ambiente. O vidro Neutral, por exemplo, tem fator solar de 0,43. Isto significa que 57% do calor que incide na janela é refletido para fora do ambiente, reduzindo em 57% a entrada de calor sem comprometer a visão externa”, finaliza.
Sobre a Guardian
Fundada em 1932 em no estado de Michigan (EUA), a Guardian é uma das maiores fabricantes de vidros e espelhos do mundo. A companhia está presente em mais de 25 países, entre eles o Brasil, onde mantém duas fábricas, uma em Tatuí (SP) e outra em Porto Real (RJ), e possui um Centro de Distribuição em Fortaleza (CE).