Notícias

Indústria de embalagens deve fechar o ano com faturamento de R$ 56 bi

Com este valor, o setor deve participar com 1% do PIB brasileiro

Segundo o Estudo Macroeconômico da Embalagem ABRE/FGV, a queda na produção física decorrente do decréscimo da demanda não afetará o faturamento da indústria de embalagem, que deve chegar ao fim do ano totalizando R$ 56 bilhões. No ano passado, a receita foi de R$ 52 bi.
Ainda em comparação a 2013, a produção física do setor recuou 0,73% no 1º semestre de 2014. No mesmo período, a balança comercial se manteve deficitária em US$171,2 milhões, registrando aumento de 4,7% das exportações (total de US$249 milhões) e queda de 4,11% nas importações (total de US$ 420 milhões).
Outro número positivo do setor é relacionado ao número de empregos, que teve aumento no mês de junho, chegando a quase 231 mil postos de trabalho.
Para o economista da FGV, Salomão Quadros, a participação da indústria da embalagem no PIB brasileiro deve ficar próximo de 1% neste ano. Em um cenário com aceleração da produção no 3º trimestre e desaceleração no 4º, o economista acredita que a produção física da embalagem em 2014 empate com a do ano passado.
Fonte: Abrenews
emb