Notícias

Governo deve investir mais de R$ 1,2 trilhão em energia até 2023

O Ministério de Minas e Energia (MME) divulgou nesta terça-feira, o Plano Decenal de Energia (PDE) até 2023. Estão previstos investimentos de R$ 1,263 trilhão no período, sendo R$ 879 bilhões para petróleo e gás.
O PDE prevê a manutenção da distribuição da matriz energética entre energia renováveis e não renováveis. Atualmente, 42,1% da matriz energética são de fontes renováveis (hidráulica, eólica, etanol, etc.) e 57,9% de não renováveis.
A perspectiva é de que a parcela de energia suja caia até 2018, chegando a 57,2%. Mesmo assim, o governo prevê uma retomada dessas fontes não renováveis até 2023, com participação de 57,5% naquele ano.
“A principal diretriz deste plano foi a priorização da participação dessas fontes renováveis para atender ao crescimento do consumo de energia elétrica no horizonte decenal, compatibilizando esta participação com o atendimento à carga de forma segura e tendo em vista o compromisso brasileiro de manter seu crescimento econômico apoiado em uma matriz energética limpa”, afirmou o MME em nota.
Fonte: O Globo