Notícias

Volume de exportação de vinhos sobe 250% no primeiro semestre do ano

Reino Unido é o principal destino, seguido da Alemanha, Holanda e Estados Unidos

 O volume de exportações de vinhos brasileiros engarrafados no primeiro semestre deste ano subiu expressivamente. Foram 257% a mais em relação ao mesmo período do ano passado. Até o mês de junho, o país já havia importado o equivalente a US$ 7,16 milhões e um total de 1,78 milhão de litros.

 O motivo para o excelente desempenho seria a qualificação do setor vitivinícola brasileiro em produtos, profissionalismo comercial e  construção de imagem, além da alta exposição do Brasil durante a Copa do Mundo.
A valorização do preço médio obtido por litro exportado também subiu. Passou de US$ 3,36 para US$ 4,01, o que representa um ganho próximo de 20%.
Segundo a gerente do Wines of Brasil, Roberta Baggio Pedreira, o setor está colhendo os resultados da aproximação com redes de varejo internacionais.
Entre os principais compradores, Roberta destaca o Reino Unido que, no ano passado, ocupava a sexta posição no ranking de principais destinos e, nos últimos três meses, se mantém no topo como maior importador de vinhos brasileiros. “O Reino Unido é a menina dos olhos, porque é lá que as vinícolas estão inseridas nas maiores e mais prestigiadas redes”, afirmou. O país multiplicou por 12 o valor exportado, absorvendo quase 20% do total exportado pelo Brasil, totalizando US$ 1,56 milhões.
Nos primeiros seis meses do ano, os vinhos brasileiros engarrafados foram exportados para 35 países, contra 32 do mesmo período de 2013. Os principais destinos de exportação depois do Reino Unido são: Alemanha, Holanda, Estados Unidos e China/Hong Kong. Ainda figuram entre os destinos de destaque Bélgica, Paraguai, Japão, Suíça e Colômbia.
Fonte: ABRE
Foto: IG