Notícias

Conheça a casa nas alturas

O edifício 360º em São Paulo

Um empreendimento em São Paulo chama atenção por sua altura e fachada. Localizado no topo de uma colina no Alto da Lapa, o edifício 360º foi desenvolvido pelo arquiteto Isay Weinfeld e se destaca por ostentar uma fachada de estética acurada, formada por uma estrutura que exibe vidros planos azuis em um intrínseco conjunto de cubos assimétricos que se encaixam.
Os terraços são integrados à sala de estar dos 62 apartamentos do edifício e é possível ter uma visão 360º para os seguintes locais: Pico do Jaraguá, USP, Pacaembu, Vila Madalena, Alto da Lapa e Parque Villa Lobos (por isso o edifício foi batizado assim).
O empreendimento tem 22 andares destacando a sua volumetria diferenciada em toda a fachada do prédio. Isso acontece devido à disposição dos apartamentos que não estão distribuídos de uma forma padrão, eles possuem diferentes acomodações de janelas e varandas, conferindo dinamismo às fachadas. “É como morar em uma verdadeira casa suspensa”, reflete Isay Weinfeld. O fato de oferecer mais design e qualidade de vida aos moradores impulsionou o projeto a vencer nas categorias residencial e Overall Winner (geral) do Prêmio Future Projects, da revista inglesa Architectural Review, sendo o melhor entre 300 concorrentes e o primeiro brasileiro a receber a premiação anual oferecida desde 2002.
Destacando a qualidade de vida dos moradores, os apartamentos possuem seis metragens diferentes – 127 m², 154 m², 170 m², 200 m² e 250 m², além de duas coberturas de 446 m². Eles priorizam espaços ventilados e com grande iluminação natural, que vêm das amplas janelas da sala e dos quartos, acompanhando o comprimento das paredes na horizontal.
A varanda ganha destaque nos apartamentos, em estilo gourmet, uma vez que não há churrasqueira, forno de pizza ou cozinha de apoio. Elas são contemplativas, como ‘verdadeiros quintais’, áreas ao ar livre totalmente integradas ao living (quando aberto).
As salas-varanda ocupam cerca de 25% da área privativa. Uma metragem que varia de acordo com o tamanho das unidades. “Nas menores, os espaços atingem 25 metros; nas coberturas, 90 metros. Elas representam uma nova forma de viver nas grandes cidades”, explica Isay. Para completar, um espelho d’água percorre todo o prédio e de alguns ângulos é possível admirar a água desaguando no horizonte, como se fosse um fundo infinito.

Conheça a casa nas alturasConheça a casa nas alturas
Conheça a casa nas alturasConheça a casa nas alturas

Fonte: galeriadaarquitetura

www.edificio360.com.br