Notícias

Biblioteca da USP foca transparência

Arquitetura do novo prédio aposta em vidro para destacar acervo do local

A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, da Universidade de São Paulo (USP), foi aberta ao público no dia 23 de março. O prédio, localizado na Cidade Universitária, chamou a atenção pela transparência utilizada na arquitetura.
Para atingir o efeito desejado, a obra apostou no vidro tanto na estrutura externa quanto na interna do prédio. O grande destaque fica para a visão do piso térreo, que permite apreciar os três andares do acervo, protegidos por vitrinas de vidro laminado.
A arquitetura também contempla grandes janelas e fachadas de vidro laminado verde de 12 mm de espessura. A biblioteca reúne um acervo de 32 mil títulos, incluindo obras raras, e o edifício foi projetado pelos arquitetos Eduardo de Almeida e Rodrigo Mindlin Loeb (neto do casal Guita e José Mindlin, que dão nome à biblioteca).
 
Fonte: Abravidro