Notícias

Jacqueline Terpins e sua relação com o vidro

‘Eu deixo o vidro falar…’ – Jacqueline Terpins
Manipular o vidro e transformá-lo numa obra de arte é uma dádiva de Jacqueline Terpins. A artista plástica respeita o vidro (mais precisamente a massa vítrea) e sua liberdade de expressão. Ela revela com grande admiração que este material (que chama de incandescente) a conduz diretamente em contato com sua natureza e força.
Com o Corian, matéria-prima que combina minerais naturais e resina acrílica, a designer ressalta que como o vidro, este material lhe permite trabalhar com o mesmo calor e liberdade de criação. A partir deste material foi criado o Centro Marola I que lhe garantiu o 2º lugar no 26º Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira e o selo de reconhecimento deste prêmio.
Jacqueline mostra em suas obras, sua relação própria com a alta temperatura, o que lhe permite dialogar com o material enquanto é aquecido para exploração de formas. Especialmente com o vidro, ela tem uma conversa liberal deixando que este opine sobre seus caminhos, sem conflito de ideias, que assim lhe revela uma obra de arte diferenciada; sua marca registrada.
Acesse o website:
www.terpins.com/Jacqueline_Terpins_Design.html